Classificação de densidade com o STEINERT XSS® T EVO 5.0 - via transmissão de raios X de acordo com o princípio Dual Energy

Para soluções de classificação diversas e alta segurança operacional

O sistema de classificação por raio X STEINERT XSS® T EVO 5.0 é usado para classificação por densidade a seco de materiais a granel. Em um método de triagem por transmissão, as diferenças relacionadas à absorção de radiação-X de cada material são detectadas, avaliadas e usadas para classificação em classes de densidade.

Os clientes STEINERT se beneficiam do desenvolvimento permanente do sistema de classificação - especialmente dos seguintes recursos na nova geração EVO 5.0:

X-GEN –
Oferecemos uma garantia de quatro anos para a fonte de raios X e os sensores de raios X XRT para um nível excepcionalmente alto de confiabilidade operacional.

MDE significa Multilayer Data Evaluation - A função realiza tarefas de classificação particularmente difíceis, como detecção de magnésio. Ou resolve o reconhecimento e a delimitação de objetos compostos e permite o reconhecimento de objetos de alta resolução e classificações paralelas de várias tarefas de detecção.

AXM - O monitoramento automático de raios X e a calibração dos sensores de raios X ajudam a alcançar uma detecção e qualidade de classificação consistentemente altas. O resultado é uma detecção e qualidade de classificação altas ao longo de toda a vida útil dos componentes de raios X.

HR valve pitch - O passo da válvula de alta resolução de 6,25 mm também classifica materiais finos com muita precisão e, portanto, aumenta o desempenho de classificação e a economia no processamento de materiais finos.

Auto X clean - Com a nova geração, a área de varredura de raios X é limpa automaticamente. Isso leva a uma detecção consistentemente confiável e reduz significativamente o esforço de limpeza manual.

Como funciona a detecção com transmissão de raios X?
O grau de absorção dos raios X depende tanto da consistência e da espessura ou do caminho irradiado de um objeto. Quanto maior for a massa atômica e mais espessa a parte do material triada, maior será a radiação absorvida. Para compensar a influência da espessura do objeto, a absorção do material a ser classificado é medida em dois níveis de energia diferentes. No procedimento Dual Energy, é usado um software para determinar a absorção específica do material e, assim, deduzir a sua densidade. A passagem da radiação através dos objetos permite, além da conclusão sobre uma densidade média de um objeto, a identificação de inclusões em rochas ou materiais compostos.

A principal vantagem da tecnologia de transmissão de raios X é que esse tipo de detecção torna o sistema insensível à contaminação superficial e permite a identificação de inclusões. Esse é o caso na mineração, por exemplo, nos acúmulos de pirita em pedaços de minério ou na reciclagem com inclusões de metais pesados em pedaços de alumínio. Há também a opção de ocultar materiais de baixa densidade e, assim, aumentar significativamente o rendimento em certas aplicações e remover impurezas de um fluxo de abastecimento.

  • XSS T = Sistema de classificação por transmissão de raios X
  • Detecção segundo o princípio Dual Energy, reconhecimento de diferenças de densidade específicas do material
  • Faixa de granulometria: 05 – 200 mm
  • Larguras de trabalho: 1.000 mm, 1.200 mm, 2.000 mm
  • STEINERT XSS® T EVO 5.0 semimóvel com largura de trabalho de 1.000 mm em um contêiner de 40 pés

O processo de classificação em detalhes: separar, detectar, classificar
Através de um transportador vibratório o material a ser classificado chega a uma correia transportadora que equaliza o fluxo de alimentação na direção de fornecimento e, assim, direciona para a separação de materiais. O material de alimentação é transportado em repouso através da área de varredura do scanner, abaixo da qual a fonte de raios X é posicionada, radiando uma área pequena da esteira. A proporção de radiação não absorvida pelo material é medida por detectores através da trajetória de feixes emitidos acima da esteira transportadora. Pela diferença entre a radiação emitida e a medida, torna possível analisar as diferenças de densidade entre ou dentro de objetos individuais.

A seguir, é realizada a classificação de cada objeto segundo os critérios relacionados à aplicação. Caso seja decidido classificá-lo, o objeto em questão é desviado da parábola de descarga com um impulso de ar comprimido curto, fazendo com que seja deslocado para fora pelo vértice de separação e, assim, separado do restante do fluxo de materiais.

Robustez e alta disponibilidade caracterizam a unidade de scanner que, como sistema fechado, possui um circuito de resfriamento interno. Em virtude da longa vida útil da fonte de raios X utilizada, os clientes se beneficiam com custos de manutenção comparativamente baixos deste sistema de classificação.

A variante semimóvel
Uma versão especial do STEINERT XSS® T EVO 5.0 é uma variante semimóvel principalmente para o setor de mineração. Na opção semimóvel, o nosso sistema de classificação por raios X, com uma largura de trabalho de 1 m, é instalado em um contêiner de 40 pés. Outro contêiner de 40 pés contém a sala operacional com comando. O foco do STEINERT XSS® T EVO 5.0 semimóvel está no tratamento de minerais, mas ele também pode ser utilizado em outras áreas. Fale conosco, teremos prazer em orientá-lo.

encontre seu parceiro de contato



SERVIÇOS

FICHAS DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS

STEINERT XSS® T EVO 5.0