Classificação de resíduos de madeira usada e de madeira virgem

Melhoria da qualidade da madeira como matéria-prima para o uso na indústria de processamento e para a produção de energia

A madeira é uma matéria-prima extremamente versátil e renovável para as indústrias de processamento e de produção de energia. Continua aumentando a proporção de resíduos de madeira das categorias A 1 a A 3 (sem conservantes e livres de impurezas) para a produção de placas, portas, pisos e móveis. A madeira usada, por sua natureza, normalmente é mais barata do que a madeira virgem ou outros materiais recicláveis à base de polímeros. O objetivo da indústria de processamento é, portanto, obter uma matéria-prima de alta qualidade e preço atrativo para sua produção.

Na produção de aparas de madeira para a indústria de processamento ou também como matéria-prima da biomassa é quase inevitável que o material contenha impurezas. Isso pode causar danos às máquinas, o material pode não ficar em conformidade com as especificações e as peças pré-moldadas correm o risco de serem danificadas.

Peças ferromagnéticas (ferragens, pregos etc.) em frações grossas de madeira virgem e usada são separadas normalmente com o nosso extrator STEINERT pelo sistema suspenso, por eletroímã (UME) ou por ímã permanente (UMP). As peneiras granulométricas <80 mm são usadas para a separação de metais ferrosos com o tambor eletromagnético (MTE) ou o tambor de ímã permanente (MTP) até a polia magnética permanente (BRP) com ferrita de bário de alta qualidade e/ou qualidades de neodímio.

Os metais não ferrosos contidos no fluxo de materiais, tais como bronze, cobre ou alumínio, são separados pelo STEINERT EddyC® para fora do fluxo de material por meio de um impulso por corrente de Foucault. A localização excêntrica comprovada do tambor de polo garante a mais alta eficiência possível, mesmo para metais não ferrosos finos e de baixa massa.

As impurezas provenientes do aço inoxidável resistente ao desgaste podem ser detectadas e separadas com o sensor de metal do STEINERT ISS®, ou por uma combinação de sensores (STEINERT KSS) com outras máquinas de classificação, mesmo em camadas de material de até 70 mm.

Devido ao crescente uso de resíduos de madeira na indústria moveleira, a detecção e a separação de plásticos e materiais compostos, como compostos de madeira e de plástico WPC (Wood Plastic Composites), é de especial importância. Em capacidades produtivas baixas e médias de 5 a 20 t/h, ainda é possível transportar o material numa camada única, para então separar impurezas, como plástico (PE, PP, revestimentos e compósitos) usando a tecnologia de NIR (UniSort PR, UniSort Black ou STEINERT KSS).

Se a camada de material nas esteiras ficar muito alta devido a uma grande produção, é utilizada a detecção por transmissão de raios X. Materiais como plásticos, pedras, vidro e metais, que têm uma densidade atômica consideravelmente maior do que a madeira, podem ser sistematicamente separados com o STEINERT XSS T. Por razões mecânicas, há um excesso na classificação das aparas de madeira e também surgem limites físicos para a delimitação entre os objetos que são de madeira e os que não são. Geralmente, no entanto, é possível separar até 95% das impurezas com o auxílio da combinação de diferentes tecnologias.      

  • Uso de tecnologia de raios X durável para impurezas como vidro, metais e pedras
  • Larguras de separação de 0,5 m a 2,8 m
  • Separação de metais ferrosos e não ferrosos por meio da tecnologia magnética e da tecnologia de corrente de Foucault
  • Separação de plásticos e impurezas e classificação com a tecnologia de infravermelho (NIR)
  • Vantagens com a recuperação de metais não ferrosos

CONTATO



SERVIÇOS

DOWNLOADS

Videos

Áreas de aplicação

Separação de plásticos
Separação de metais
Impurezas de vidro e pedras

Tecnologia NIR, de corrente de Foucault e magnética encontradas em um único fornecedor:

STEINERT BR

Extrair materiais ferromagnéticos

Ir para o produto

STEINERT MTE

Recuperar ferro limpo

Ir para o produto

STEINERT UMP

Detectar ferro de forma segura e confiável mesmo com energia elétrica escassa

Ir para o produto

STEINERT UME

Detectar peças de ferro de modo confiável mesmo em camadas de grandes alturas

Ir para o produto

STEINERT EddyC®

Para separação de metais não ferrosos

Ir para o produto

STEINERT EddyC® MOVE

Separar metais não ferrosos e ferro em uma só etapa e de forma móvel

Ir para o produto

UniSort PR

Para classificação via a tecnologia de NIR - detecção da composição química (p. ex. em plásticos)

Ir para o produto

UniSort Black

Para classificação via a tecnologia de NIR - detecta objetos pretos e escuros

Ir para o produto

STEINERT XSS® T

Para classificação por classes de densidade

Ir para o produto

STEINERT KSS | CL

Detectar diferenças de cor com alta precisão

Ir para o produto

Case