Novidades 12/12/2023

Duas expansões em três anos – Metales Bolueta amadurece como líder de mercado nacional graças à tecnologia STEINERT

O ramo de metais reciclados mudou drasticamente nos últimos anos. As matérias-primas secundárias, ou seja, as matérias-primas de alta qualidade provenientes da reciclagem, hoje são mais procuradas do que nunca. Ao mesmo tempo, o aumento dos preços da energia está mudando a margem de lucro. A Metales Bolueta atua nesse complexo mercado há mais de 40 anos, mas só recentemente conseguiu dar o grande salto. Em estreita cooperação com a STEINERT, a empresa de reciclagem de metais desenvolveu uma nova fábrica para aumentar a qualidade dos produtos de acordo com as exigências do mercado e, ao mesmo tempo, expandir a capacidade. O investimento seguinte já está planejado para um futuro próximo.

Tudo sobre reciclagem de alumínio com o STEINERT XSS T EVO 5.0

 

A Metales Bolueta é uma empresa familiar fundada em 1980 e com sede perto de Bilbao, na Espanha. Inicialmente, o fundador, Julio Marín, operava no ramo de comércio de metais não ferrosos em uma área de 200 metros quadrados. Há alguns anos, ele passou o negócio para os seus três filhos. Desde então, Julio Marín trabalha como consultor nos bastidores. Atualmente, a Metales Bolueta processa cerca de 4.000 toneladas de metais por mês. O foco na qualidade, especialmente no setor de alumínio, tornou-se um objetivo fundamental à medida que as exigências dos clientes aumentavam.

O CEO Joseba Marín, um dos filhos de Julio, lembra: "Há dez anos, já estávamos processando cerca de 2.000 toneladas de metais por mês. Reconhecemos um grande potencial no setor de alumínio, pois os nossos clientes precisam de alumínio de altíssima pureza para prensas de extrusão e laminadores. No entanto, as nossas instalações não eram suficientes para isso e tivemos que expandir. Esse foi o ponto de partida para a fábrica em Gatika."

O projeto Gatika

A pequena cidade de Gatika fica a cerca de 20 km da sede. A STEINERT acompanhou todo o projeto, desde a concepção e a instalação até o comissionamento e o ajuste fino dos sistemas de separação. Joseba Marín explica a estrutura do sistema: "Nossa fábrica em Gatika conta com um pátio onde a matéria-prima, que consiste em metais mistos e perfis de alumínio, chega, é pré-separada e pré-selecionada. Em seguida, trituramos e peneiramos o material para deixá-lo com tamanho da partícula homogêneo para uma separação ideal. Um separador Eddy Current enriquece os metais não ferrosos e, com um sistema de separação por raios X da STEINERT, alcançamos a pureza dos concentrados de alumínio que nossos clientes exigem." Os fundidores de alumínio, em especial, valorizam os produtos da Metales Bolueta, pois eles podem ser processados como produtos primários. "Percebo que os clientes destacam repetidamente a qualidade que oferecemos em comparação com o restante do mercado."

Após o processo de moagem, a linha de separação de alumínio de Gatika começa com o tambor eletromagnético STEINERT MTE. Isso é seguido pelo STEINERT EddyC com um separador magnético de neodímio STEINERT MOR a montante e um sistema de classificação por raios X STEINERT XSS T EVO 5.0.

O separador Eddy Current EddyC da STEINERT recupera metais não ferrosos tais como alumínio, latão, zinco e cobre. O sistema de separação da STEINERT XSS T EVO 5.0 separa metais pesados e metais leves, seguidos por alumínio fundido e forjado. Quando separa alumínio forjado, graças à tecnologia de transmissão de raio X, a planta alcança de forma confiável níveis extremamente altos de pureza de até 99,8% para atender às demandas do mercado. 

De acordo com o CEO Joseba Marín, sempre houve material suficiente no mercado, mas as qualidades de entrada altamente flutuantes, especialmente os perfis e, em menor grau, as partes de alumínio, exigiam um sistema de separação eficiente. "Graças à tecnologia da STEINERT, vemos que podemos obter um produto que atende aos requisitos de nossos clientes, mesmo quando usamos material de qualidade mais baixa”.

A fábrica em Gatika está em operação há apenas 2 anos. Mas esse curto período já é suficiente para tornar a Metales Bolueta a principal fornecedora nacional de materiais reciclados de alta qualidade.

Com apoio constante para alcançar o sucesso  

A cooperação com a STEINERT inspirou os responsáveis da Metales Bolueta desde a primeira reunião. "Normalmente, com esse tipo de projeto, você vai a vários fornecedores para avaliar diferentes tecnologias e abordagens. Mas, desde o primeiro momento, a STEINERT entendeu nossos objetivos e nossa filosofia. Nos sentimos muito bem logo de cara", explica Joseba Marín. "Mesmo em tempos difíceis, como durante a pandemia, quando o mundo parecia estar parado e nós estávamos começando a implementar o projeto. Os especialistas da STEINERT estiveram ao nosso lado em todos os momentos. Crescemos juntos".

A experiência adquirida no Centro de Testes da STEINERT foi especialmente importante para o comissionamento tranquilo. Além do suporte direto e do treinamento técnico dos especialistas em aplicações no local, o centro de testes de última geração estava disponível para testes práticos em condições realistas.  "Pudemos testar nosso próprio material para ver se o processo atendia aos requisitos e à qualidade que buscávamos - e deu certo. Nós achamos o Centro de Testes espetacular, com o que há de mais moderno. A STEINERT reconhece as necessidades de nossos clientes e está constantemente desenvolvendo tecnologia para atendê-las."

A Metales Bolueta continua a expandir

A Metales Bolueta já tem planos para a próxima expansão. A instalação de uma linha de separação paralela com outro separador por raios X STEINERT XSS T EVO 5.0 começará no início de 2024. Joseba Marín espera que a capacidade aumente em mais 1.000 toneladas por mês. "Temos um novo projeto que será lançado no início de 2024, com o qual aumentaremos significativamente nossa produção mais uma vez. Essa linha será a cereja do bolo em Gatika. Estou ansioso para continuar crescendo com a STEINERT".

 

Tudo sobre reciclagem de alumínio com o STEINERT XSS T EVO 5.0