Relatório final: IFAT 2016

O UniSort Black e o UniSort BlackEye da STEINERT para classificação de plásticos pretos agiram como um ímã de clientes

(Comunicado à imprensa PDF)

Depois de 5 dias intensos, a feira IFAT, em Munique, fecha suas portas e a STEINERT constata um balanço excelente. "Nós raramente tivemos uma densidade tão grande de discussões concretas e de alta qualidade com novos clientes", afirmaram Dr. Uwe Habich e Peter Funke, ambos Diretores da STEINERT Elektromagnetbau GmbH. "A combinação do UniSort Black e do UniSort BlackEye para a classificação de plásticos pretos funcionou como um ímã para atrair clientes. Aqui, temos um claro avanço técnico para o aumento das taxas de reciclagem", resume Peter Funke. Afinal, a classificação de plásticos pode ocorrer em diferentes estágios da cadeia de reciclagem – em empresas de descarte e de reciclagem. O UniSort Black é usado, entre outras aplicações, em sistemas de classificação para embalagens leves (LVP) provenientes do contêiner amarelo. Ele classifica os objetos escuros e pretos com as perdas remanescentes da tecnologia do sistema anterior, que naturalmente não são reconhecíveis pela tecnologia de NIR. Ele pode visualizá-las e classificá-las como objetos pretos no fluxo de resíduos. O UniSort BlackEye é a próxima etapa lógica nesta evolução do sistema de classificação, pois pode distinguir plásticos pretos em suas categorias PE, PP, PS e PVC. Os diretores da especialista em tecnologia de classificação magnética e por sensores em Colônia resumem: "O interesse por esse tipo de tecnologia de processamento econômico é muito grande. Nós tivemos uma excelente frequência de visitantes com tarefas reais."

Matec Inc. assina contrato para uso do UniSort BlackEye no Japão

Demonstrando um real interesse, a Matec Inc., que com 8 áreas para sucatas e vários centros de coleta representa um dos maiores centros de tratamento de resíduos, principalmente os provenientes de resíduos de shredder (ASR) no Japão, além da formalização de vários pedidos, fechou a aquisição de um UniSort BlackEye. A instalação ocorrerá ainda este ano numa planta de resíduos de shredder na ilha de Hokkaido, sede da Matec Inc. Obihiro, no norte do Japão. Lá, o policloreto de vinila preto (PVC) é separado de uma fração leve de shredder. Diz Armin Vogel, Gerente de Vendas STEINERT: "A Matec é uma das maiores empresas de tratamento de diversos resíduos, incluindo os resíduos de shredder, no Japão e um cliente antigo da STEINERT, com cerca de 50 das nossas máquinas em operação. Estamos muito satisfeitos por sua confiança em nosso novo desenvolvimento."

Demonstrações ao vivo e palestra

Além da presença em seu estande, a empresa participou das demonstrações ao vivo organizadas pela Associação da Indústria da Construção, Engenharia Ambiental e Mecânica (Verband der Baubranche, Umwelt- und Maschinentechnik e.V. – VDBUM) na área externa da feira. Aqui, a Werner DOPPSTADT Umwelttechnik GmbH & Co. KG e a STEINERT apresentaram um processo de tratamento com o tema da reciclagem de entulho. Depois de uma separação por ar, a remoção de metal continuou com a ajuda do STEINERT ISS (sistema de triagem por indução). Tobias Ervens, Líder de Suporte Técnico da STEINERT explica: "A separação de metais do entulho aumenta o valor agregado para o cliente. O interesse nesta etapa do processo foi tão grande que, após as demonstrações, os clientes foram até a unidade de classificação para se informar sobre a tecnologia."

Patrick Lindweiler, da STEINERT, e Alfred Weber, da BHS Sonthofen, deram uma palestra sobre o tema "Gerar valor através do tratamento da escória salina de alumínio" dentro do programa do fórum da Feira em Munique. "Nós vemos um grande potencial para que as fundidoras de metais e as fundidoras de alumínio no tratamento de escórias salinas venham a gerar elas mesmas o seu valor agregado para fechar seus próprios ciclos", disse Patrick Lindweiler, Gerente de Desenvolvimento de Negócios da STEINERT.

A alta demanda na feira confirmou que a STEINERT está bem preparada para o futuro com suas soluções de tecnologia e serviços. A empresa está otimista para os próximos meses, devido à quantidade de solicitações concretas.