Maior taxa de enriquecimento de minérios de manganês

Manganês – um metal muito importante

OCORRÊNCIA

O manganês (Mn) é abundante na crosta terrestre. Ele faz parte de centenas de minerais diferentes, mas apenas alguns são adequados para um processamento rentável. Depois de extraído ele é transformado principalmente em produtos vendáveis como pirolusita (óxido de manganês, MnO2) e rodocrosita (carbonato de manganês, MnCO3).

USO

Em termos de quantidade, ferro, alumínio e cobre são os três metais mais utilizados. Poucos sabem que o manganês vem em quarto lugar e, portanto, também é um metal importante. O manganês é procurado pois é utilizado na produção de aço e ferro fundido e como componente de liga de aços especiais. Cerca de 90% do manganês é processado nessas áreas de aplicações. Geralmente é adicionado na forma de uma liga de ferro, como ferromanganês e silício de manganês, por razões de produção e para facilitar os cálculos para os produtores de aço. Em pequenas quantidades, o manganês também é adicionado ao alumínio, cobre, níquel, titânio e zinco para melhorar suas propriedades para usos específicos. A segunda aplicação mais importante são as pilhas e baterias secas à base de zinco-carbono, álcali-manganês e lítio-íon. Nessas aplicações, é usado como dióxido de manganês. Previsivelmente, o uso em células de lítio ainda aumentará, pois dessa forma é alcançada maior durabilidade, tanto em versões recarregáveis quanto descartáveis. Da mesma forma, o manganês também é usado como aditivo em rações para animais, fertilizantes, pigmentos, vidros, corantes, plásticos e tecidos, bem como para o tratamento de água.

EXTRAÇÃO E TRATAMENTO

A extração pode ser feita em mineração a céu aberto convencional por perfuração e jateamento, depois por escavação com escavadeiras hidráulicas e basculantes. O processamento típico de minério envolve trituração gradual até granulometrias inferiores a 75 mm, seguida por lavagem para separar as frações de argila e de rocha dura. Depois é feita a classificação em frações de três tamanhos: 10 a 75 mm, 1 a 10 mm e inferior a 1 mm. As frações grossas são conduzidas a um classificador por sensores, as frações médias vão para um separador de flotagem e as granulometrias pequenas (menos de 1,0 mm) vão para bacias de lama de lavagem ou, de acordo com a qualidade do minério e a distribuição de manganês apropriada, podem ser processadas com um concentrado de manganês de granulação muito fina, mediante classificação por fluxo, triagem por densidade ou separação magnética.

O concentrado de minério de manganês e uma fração de rejeição são separados pelo classificador baseado em sensores. O separador de flotagem faz a separação em minério de manganês de granulometria fina e material residual de menor densidade. Para um produto de alta pureza nas baterias e em outros produtos especiais, é necessário um processamento adicional. O dióxido de manganês é produzido por processos químicos (produto final: dióxido de manganês quimicamente produzido, CMD) ou por eletrólise alcalina (produto final: dióxido de manganês produzido por eletrólise, EMD).

Ligue para nós agora mesmo e descubra as possibilidades de uma classificação de minério mais econômica com os sistemas de classificação por sensores STEINERT.