A internacionalização da STEINERT aumentou ainda mais

Em 2013, o foco do Grupo STEINERT voltou a ser o desenvolvimento do mercado externo.

Em 2013, o foco do Grupo STEINERT voltou a ser o desenvolvimento do mercado externo. Apesar do intenso engajamento, não foi possível atingir as metas estabelecidas em todos os mercados, pois 2013 foi um ano difícil, caracterizado pela queda dos preços das matérias-primas e menores volumes de negociação, por exemplo no comércio de sucata.
Em especial, o mercado americano não se desenvolveu como planejado e permaneceu bem abaixo das expectativas de vendas.

No entanto, também foram alcançados avanços em 2013. Por exemplo, a STEINERT China foi fundada como uma sociedade independente. No Brasil, inauguramos uma unidade de produção e em Tóquio reorganizamos a nossa filial japonesa. Assim, o grupo empresarial STEINERT continua a se concentrar na expansão de seus horizontes internacionais.

A STEINERT gostaria de intensificar ainda mais seu contato com seus clientes existentes e potenciais e criar ainda mais contatos locais. A partir de agora, isso será alcançado com um incremento no departamento de vendas, por meio da contratação de um gerente nacional (para os países de língua alemã) e um gerente internacional.

Em relação à tecnologia, a prioridade tem sido melhorar os rendimentos e purezas, especialmente na área de granulometrias finas, como nas escórias de incineração de resíduos, por exemplo. 
Aqui, os sistemas de triagem por indução (ISS) da STEINERT alcançam taxas de saída de mais de 90%. Atualmente, o foco está na detecção de todos os metais limpos contidos nas escórias. Por um lado, isso representa outra maneira lucrativa de aumentar o valor das escórias de incineração de resíduos e, por outro lado, pode-se alcançar o objetivo de produzir uma escória em grande parte livre de metal.

Da mesma forma, a STEINERT desenvolveu e influenciou a tecnologia de qualidade comprovada presente no separador de metais não ferrosos (NES), de modo a conseguir resultados de rendimentos significativos através de uma rotação mais rápida do tambor de polo (4.000 rotações por minuto) e da frequência alternada superior de 1 kHz, ou seja, até 30 por cento mais rendimento na área de granulometrias finas.

Para um produto de aço inoxidável de alto valor e que pode ser comercializado, o sensor ARGOS-C de um STEINERT KSS, combinado com um sensor por cor e por 3D, pode aumentar até 95% a pureza de um fluxo de material "zurik" pré-enriquecido. 
O sistema de classificação combinado de sensores STEINERT (KSS), equipado com o novo sensor ARGOS-C, processa e avalia de maneira inteligente diferentes sinais, como cor, condutividade e formato, para obter os melhores resultados de classificação possíveis.

O ano de 2014 na STEINERT foi marcado pelo 125º aniversário da empresa. 
A celebração ocorreu com um evento STEINERT Open nas instalações da empresa em Colônia. Além das apresentações das tecnologias STEINERT em seu próprio centro técnico, houve uma exposição interna, treinamentos sobre tecnologias atuais dentro da Universidade STEINERT e um encontro internacional de representantes da indústria, finalizando com uma confraternização.