STEINERT SteelMaster

Separar de maneira eficiente as pelotas de cobre com o STEINERT SteelMaster

Extração magnética aplicada para remoção de pelotas de cobre a partir de sucata de shredder pesada.

O STEINERT SteelMaster usa uma combinação de efeitos balísticos e magnéticos para separar compósitos contendo cobre, chamados de pelotas, a partir de uma fração de ferro pesada. Essa máquina de classificação pode ser usada para enriquecer bobinas de cobre com um núcleo de ferro (pelotas de cobre) em um fluxo de materiais. Em razão do princípio de separação puramente físico, essa tecnologia constitui uma alternativa de baixo custo ou um complemento favorável para um sistema de classificação por sensores com fluorescência de raios X.

O STEINERT SteelMaster foi desenvolvido como um sistema in-line para plantas de reciclagem de sucata, mas também pode funcionar no processamento em lote. Com larguras de trabalho de 1 m, 1,5 m e 2 m, o STEINERT SteelMaster é adequado para as demandas do segmento de reciclagem de sucata. O SteelMaster consegue, por exemplo, extrair mais de 90% de todas as pelotas de cobre a partir de um fluxo de materiais contendo de 70% a 80% de metais ferrosos com baixo teor de cobre.

Com o nosso STEINERT SteelMaster, você pode separar mais de 90% de todas as pelotas de cobre presente, bem como fios de cobre livres, a partir do fluxo de metal ferroso. Assim como ocorreria com a aplicação de um tambor magnético após um shredder para carros. Em virtude de suas propriedades balísticas, significa dizer que cerca de 30% do material é separado, alcançando cerca de 70% do material de entrada como um produto ferroso muito magnético e, principalmente, sem cobre, podendo assim ser comercializado.

O fluxo de materiais separados das peças menos magnéticas é composto por um alto teor de metais não ferrosos, que são essencialmente núcleos de aço envoltos em cobre ou alumínio da área do motor elétrico, bem como peças de ferro bruto. Nesse caso, a classificação manual comum para remover o cobre do produto de ferro consegue controlar somente 30% do fluxo de ferro, sendo que essa eficiência pode ser consideravelmente aumentada e o custo de um sistema de classificação por sensores subsequente no processo pode ser reduzido com a utilização desse equipamento. O teor de cobre nessa fração pode chegar a 15%, contribuindo significativamente para a geração de valor a partir do processo de shredder.

O nosso STEINERT SteelMaster evoluiu com base nos nossos muitos anos de experiência no desenvolvimento e produção de sistemas de classificação magnética. Os eletroímãs ajustáveis na polia magnética incluem produtos ANOFOL® como material condutor para os solenoides. Para a produção de bobinas ANOFOL®, são usadas tiras de alumínio anodizado.

  • Separação de pelotas de cobre baseada nas características de triagem puramente físicas
  • Alternativa econômica para o sistema de classificação por sensores com fluorescência de raios X
  • Velocidade da esteira: 1 a 5 m/s
  • Largura de trabalho: 1.000 mm, 1.500 mm, 2.000 mm
  • Disponível em larguras de trabalho de 300 a 2.000 mm
  • Rendimento: até 75 t/h por metro de largura de trabalho de acordo com o tamanho da partícula e a composição do material